terça-feira, 20 de setembro de 2016

Lembrança alada


Em alguma vida fui ave.

Guardo memória
de paisagens espraiadas
e de escarpas em voo rasante.

E sinto em meus pés
o consolo de um pouso soberano
na mais alta copa da floresta.

Liga-me à terra
uma nuvem e seu desleixo de brancura.

Vivo a golpes
com coração de asa
e tombo como um relâmpago
faminto de terra.

Guardo a pluma
que resta dentro do peito
como um homem guarda o seu nome
no travesseiro do tempo.

Em alguma ave fui vida.

Mia Couto


44 comentários:

  1. Alguna vez todos soñamos con volar, como aves, como nubes, poder sentir esa libertad. Preciosa entrada Teca, magnífica la imagen y el poema.
    Un fuerte abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada é tão bom e inexplicável quanto a sensação de estar e se sentir livre. É precioso demais... ainda mais na natureza...
      Um beijo, artista

      Excluir
  2. Me encantaría ser ave también. Besos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois seja então, nem que seja em sonho...
      Um beijo

      Excluir
  3. Fico sempre maravilhada com a profundidade, sensibilidade e alcance das palavras de Mia Couto!
    Magnifica escolha... para uma foto... que presumo ser de um sítio incrível!... Só de olhar para esse exuberante fundo verde...
    Como sempre um post fantástico, Teca!
    Beijinho! Boa semana!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mia me "contamina"... tenho lido muito o que ele escreve e sente... e saio voando em sonhos como aves livres na natureza...
      A fotografia foi tirada dentro do Parque Nacional do Itatiaia, no estado do Rio de Janeiro, onde ainda existem algumas casas remanescentes que viraram pousada...
      Um beijo e grata por tão precioso comentário

      Excluir
  4. ¡ Quién sabe ! A lo mejor a todos los que nos gustan las aves es porque en alguna vida fuimos una de ellas.Y si lo fuese en otra vida futura, mejor.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voar é talvez a maior sensação de liberdade que poderíamos experimentar... para os que já experimentaram algumas aventuras, o depoimento pessoal deve ser riquíssimo!
      Um beijo

      Excluir
  5. Admiramos las aves porque ellas representan la libertad.

    Besos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Antonia! Uma extrema sensação de liberdade...
      Um beijo

      Excluir
  6. Hola amiga Teca,yo tambien pienso que algun dia fui un ave,pues el mundo de las aves me fascina y es mi pasion.Un fuerte abrazo amiga y feliz semana.Besos con amor y cariño.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como as aves, muitas pessoas gostariam de sentir a liberdade de voar num horizonte qualquer, liberdade de pousar onde quiser...
      Beijos e abraços, amigo querido

      Excluir
  7. Creo inferir en este poema, una metáfora de la vida, en la efigie del ave. Un poema, bellamente existencia. Un abrazo desde Colombia, Teca.
    Carlos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma bela e excitante metáfora, poeta...
      Um beijo desde Brasil ;)

      Excluir
  8. el vuelo audás del ave en busca del paraíso,,,las aves tienen ése privilegio,,,si yo fuera ave, iría en pos de ti seguramente te encontraría rodeada de la belleza de la naturaleza,,,besos y rosas, querida amiga TECA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bonitas palavras, Lobo! Muito obrigada pela referência...
      Um beijo e ótima continuação de semana

      Excluir
  9. Deve ser encantador passar uns dias nessa beleza. Um lugar que parece encantador.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Parque Nacional do Itatiaia é uma verdadeira obra-prima da natureza, Rui. Vale a pena estar ali... riquíssima em sua biodiversidade...
      Um beijo

      Excluir
  10. Un poema con encanto. Que maravilloso sería ser ave.
    Un beso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liberdade em forma de asas... que prazer seria poder voar...
      Um beijo

      Excluir
  11. Hola amiga Teca,feliz domingo,besos con todo el cariño del mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada mais uma vez por sua visita, amigo Antonio. Já sabe que ela sempre me traz companhia...
      Feliz domingo!!!
      Beijos, flores e abraços de amizade

      Excluir
  12. Deixar-se mecer pelo ar entre o azul do céu e o alvo das nuvens é o desejo abstrato que todos temos sonhado.

    Beijos já braços...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poético pensamento, amigo Javier...
      Que você passe um precioso domingo e tenha uma ótima semana.
      Um beijo, uma flor, um abraço caloroso e amizade sincera

      Excluir
  13. Uma poesía tao bela que eu senti que me comoveu às lágrimas ... e eu comecei a ouvir uma bela melodia ... TOTAL ARMONÍA DE SENTIMIENTOS Y PALABRAS......... Beijos querida amiga e um bom domingo para você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precioso sentimento sentido, amigo Mabel. Fico feliz que tenha tocado o seu coração com esta singela entrada.
      Boa semana e paz de espírito...
      Beijo carinhoso

      Excluir
  14. Ótima escolha, guardar em si a lembrança da ave, para não esquecer que em alguns momentos podemos alçar voos.
    Um abraço,
    Sônia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vire e mexe eu alço voo altíssimos... ;)
      Um beijo

      Excluir
  15. Mia Couto, como não gostar de tudo o que ele escreve?
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com mania a Mia... ahah... apaixonante como ele escreve, envolvente, verdadeiro...
      Um beijo

      Excluir
  16. Respostas
    1. Digamos que uma vida "sobrenatural", como um sonho acordada...
      Um beijo

      Excluir
  17. Respostas
    1. Bem-vindo seja você aqui, Marco. Esteja a vontade para retornar...
      Um beijo

      Excluir
  18. Ellas si son libres de verdad Teca. Me gustaría poder volor y ver el mundo desde esa perspectiva.
    Hace unos días, se podía entra aquí??
    Besos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Através do avião eu pude ter a sensação desta perspectiva, mas não no limite da liberdade das aves...
      Não sei o que pode ter acontecido no blog; você não é a primeira pessoa a me perguntar isso...
      Um beijo

      Excluir
  19. Olá Teca.
    Belíssimo poema de Mia Couto.
    Parabéns pela postagem.
    Uma ótima semana.
    Abraço.
    Pedro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ultimamente tenho lido Mia a cântaros... me impregnei das palavras sentidas por ele...
      Um beijo, Pedro, e obrigada por passar

      Excluir
  20. Si alguna vez fui ave tuvo que ser de las que migran, porque conservo el instinto de querer llegar al horizonte. De ellas admiro la sensación de libertad y la capacidad de ver el mundo desde arriba. Hoy ya puedo entrar al blog, el otro día estaba como privado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As aves em geral me encantam, mas confesso que me apego às mais simples do meu convívio... são tão alegres e me passam tanta liberdade...
      Nunca coloquei meu blog de modo privado... não sei o que houve... ainda bem que está normal agora, pois gosto da visita de todos, ainda que eu não faça novas postagens...
      Um beijo, Javier

      Excluir

  21. Esa aldea de pájaros tiene que ser muy interesante, como interesante es la foto.

    Un abrazo

    · LMA · & · CR ·

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O lugar é maravilhoso! Fica dentro do Parque Nacional do Itatiaia, um recanto imperdível!
      Um beijo

      Excluir