sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

E lá se vão 7 anos...



(O poema que, não querendo sair, saiu)

Gastei uma hora pensando um verso
que a pena não quer escrever.
No entanto ele está cá dentro
inquieto, vivo.
Ele está cá dentro 
e não quer sair. 
Mas a poesia deste momento 
inunda minha vida inteira. 

Carlos Drummond de Andrade



Obrigada por sua companhia.

Beijos e abraços.

Carinhos da teca.

fotografia da internet


(889)