sexta-feira, 20 de novembro de 2015

A demora


foto: teca

O amor nos condena: 
demoras 
mesmo quando chegas antes.
Porque não é no tempo que eu te espero.

Espero-te antes de haver vida
e és tu quem faz nascer os dias.

Quando chegas
já não sou senão saudade
e as flores
tombam-me dos braços
para dar cor ao chão em que te ergues.

Perdido o lugar
em que te aguardo,
só me resta água no lábio
para aplacar a tua sede.

Envelhecida a palavra, 
tomo a lua por minha boca
e a noite, já sem voz
se vai despindo em ti.

O teu vestido tomba
e é uma nuvem.
O teu corpo se deita no meu,
um rio se vai aguando até ser mar.

Mia Couto

foto: teca



58 comentários:

  1. Poema maravilhosamente perfeito...
    O vídeo, uma delícia.
    Um beijo, Teca!

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Precioso é sentir o outono em sua plenitude... beijo

      Excluir
  3. El amor como el otoño llegan cuando tienen que llegar.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí... é só aproveitar intensamente... beijo

      Excluir
  4. No siempre el amor viene a tiempo. UN abrazo. carlos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando o amor vem, temos que sentir e aproveitar... ainda que seja breve.
      Um beijo, poeta.

      Excluir
  5. Hola Teca,bello poema me encanto.Contento y feliz de verte de nuevo por aqui.Feliz domingo y besos con mucho amor y cariño amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre prazeroso ter os amigos por perto.
      Obrigada por sua visita e carinho de sempre.
      Bom domingo, precioso.
      Beijo e amizade.

      Excluir
  6. Um post extraordinário!
    Mais uma opção musical, que desconhecia, e adorei!
    Ambas as imagens estão incríveis... e as palavras de Mia... sempre apaixonantes!
    Um mix formidável, Teca! Beijinhos!
    Bom domingo!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabei de sair do seu espaço, Ana. Sintonia na net...
      Obrigada por estar e comentar.
      Bom domingo para você também.
      Um beijo.

      Excluir
  7. Respostas
    1. Obrigada por passar... bom fim de semana.
      Beijo.

      Excluir
  8. Belas as tuas imagens. Quanto a Mia Couto pouco pode ser dito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga Teca, cuando vengo a tu sitio, siempre encuentro algo muy bello, en tus palabras, en tus fotos o vídeos,,,gracias por ser como eres,,abrazos y rosas...

      Excluir
    2. Obrigada por suas palavras, amiga Lobo. Um prazer tê-lo conosco.
      Um beijo, uma flor e boa semana.

      Excluir
  9. Preciso Teca, las fotografías, el poema y esa delicia de canción que nos regalas, se nos va el otoño y el invierno llama a la puerta a golpes intensos.... un enorme abrazo amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde você vive é bastante frio, verdade? ;)
      Um beijo, amigo e uma ótima semana.

      Excluir
  10. Palavras de quem sabe, belas imagens, música a condizer...
    Gostei do post, Teca!

    Um beijinho :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma entrada com inspiração de recém chegada de férias... beijo.

      Excluir
  11. Precioso pasillo acolchado con la desnudez otoñal de crepitantes hojas secas.
    El amor se torna romántico atravesándolo.

    Besos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outono, som crepitante de folhas e romantismo são um trio de peso para a inspiração desbordante... um beijo

      Excluir
  12. Fotos lindas, e ler Mia Couto é sempre um prazer.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O prazer é todo nosso de tê-la por aqui...
      Beijo.

      Excluir
  13. Esse poema (e tudo que ele escreve) é maravilhoso. Gostei, também, do vídeo. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu gostei da sua visita, Marilene! ;)
      Beijo de boa semana.

      Excluir
  14. Flores para colorear el suelo. Qué bonito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Tawaki, as mágicas flores que o outono compõe e decompõe...beijo.

      Excluir
  15. Precioso post Teca lleno de palabras bonitas y un otoño precioso que toca a su fin. Llega el invierno.
    Buena semana.
    Un beso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enquanto aí o outono se despe e se despede em folhas para abraçar o inverno, aqui a primavera dá adeus às flores coloridas para receber o sol e o calor de abraços abertos para as chuvas merecidas.
      Beijo.

      Excluir
  16. Un poema precioso sobre esos caminos que no sabemos dónde nos conduce, pero el otoño se encarga de marcarlo con las hojas de los árboles.

    Feliz semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caminhos que nos levam aos sonhos de tempos buscados em amor e paz...
      Beijo e amizade.

      Excluir
  17. Es un poema melodioso y tan lindo, saludos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como a vida... que está aí para ser apreciada... e bem vivida!
      Beijo

      Excluir
  18. Preciosa entrada, Teca. El poema es muy bonito y ese camino que no tiene fin......
    Un abrazo y buen Martes.

    ResponderExcluir
  19. Precioso poema y preciosas fotos, un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita, Lola.
      Seja bem-vinda!
      Um beijo.

      Excluir
  20. Precioso!!!! Maridaje perfecto entre imágenes y texto. Un fuerte abrazo desde España.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma composição sentida, com muita nostalgia... beijo.

      Excluir
  21. Uma bela canção, encantadores outono fotos e, claro, um poema interessante. Saudações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um prazer tê-la por aqui, Giga. Obrigada pelo comentário.
      Beijo e bom fim de semana.

      Excluir
  22. Bela escolha, Teca, do poema de Mia Couto e da canção!
    Agradeço sua gentil visita! Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sou muito grata de tê-la aqui conosco.
      Bom domingo.
      Beijo.

      Excluir
  23. Hola amiga Teca,te deseo un feliz fin de semana.Abrazos y besos con amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada por seu carinho e amizade, Antonio.
      Bom domingo.
      Beijos e flores.

      Excluir
  24. O tempo no amor é um tirano. Depois, as demoras já são saudades. Mia Couto é fantástico ao falar de amor, bem ao seu jeito. Usa e abusa de metáforas, com sabedoria.
    Gostei mto do vídeo, Teca, pke dizer te amo numa canção, deve ser fabuloso e sonante.

    Beijos e bom domingo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dizer te amo não é difícil; difícil é a atitude de compor uma canção... beijo.

      Excluir
  25. A imagem está perfeita. Mostra-nos um caminho, portanto, há que percorre ele para o almejado encontro.

    Fique bem, querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caminho que deverá ser seguido sem medos, sem amarras... beijo e uma ótima semana.

      Excluir
  26. What a beautiful place and fantastic photos !
    Greetings

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Ela.
      Um prazer vê-la por aqui de novo.

      Excluir
  27. Que bonita entrada amiga...la imagen, la musica, el texto, excelente trabajo, saludos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querido... agradeço a sensibilidade...
      Beijo e carinho.

      Excluir