sexta-feira, 2 de julho de 2010

Eu sei quando te amo:

foto: internet


...é quando com teu corpo eu me confundo, 

não apenas nesta mistura de massa e forma, 
mas quando na tua alma eu me introduzo 
e sinto que meu sangue corre em ti, 
e tudo que é teu corpo 
não é que um corpo meu 
que se alongou de mim. 
Eu sei quando te amo: 
é quando eu te apalpo e não te sinto, 
e sinto que a mim mesmo então me abraço, 
a mim 
que amo e sou um duplo, 
eu mesmo 
e o corpo teu pulsando em mim.

Affonso Romano de Sant'Anna - Poemas para a Amiga (Fragmento 2)


15 comentários:

  1. Teca sua palavra é um espelho de seus sentimentos maravilhosos que você está lendoObrigado por seus gentis comentários que você gasta uma boa semanaSaudações José Ramón

    ResponderExcluir
  2. Un saluto e una buona giornata.
    Gio'

    http://remenberphoto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Hola Teca; gracias por pasar y comentar mi foto, me alegro que te guste, que bella imagen esta tuya casi abstracta acompañada de un hermoso texto, un fuerte besito Teca.

    ResponderExcluir
  4. An interesting composition... it leaves room for so much thought.

    ResponderExcluir
  5. Oi Teca,
    Que lindas palavras, afinal o amor pulsa em dois corpos ao mesmo tempo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Muito lindo!

    Obrigado pela visita ao meu blog.

    Tenha um bom dia.

    Abraço

    ResponderExcluir
  7. how nice..
    but it is not the blood..
    both having blood..
    and it runs around -
    and creating current..
    the sharing of those current -
    LOVE!

    ResponderExcluir
  8. José, obrigada pelo seu carinho de sempre. Esses pequenos momentos é que engrandecem a alma...
    Beijos com afeto.

    Dual, obrigada pela visita. Seja sempre bem-vindo!
    Beijos.

    Costea, obriqada querido.
    Beijo carinhoso.

    seva, um forte abraço pra você.

    Allison, a nossa imaginação é livre!
    Beijos, querida.

    ANTONIO, seria bom se o amor pulsasse o tempo todo na alma das pessoas.
    Beijos e abraços.

    Roberto, obrigada você também pelo carinho de vir aqui.
    Beijoquinhas cariocas. ;)

    arvind, tudo o que a gente precisa é de amor para começar! O resto a gente vai colhendo pelo caminho...
    Beijos com amor.

    ResponderExcluir
  9. Teca, precioso, muy bonito.

    Un saludo grande.-

    ResponderExcluir
  10. Juan, obrigada pelo carinho da visita.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Eu queria voar no rescaldo do meu silêncio ... Eu queria ver o céu além do pensamento se após a fronteira da mente Foi o olhar com o sabor da noite .... Eu queria abrir os olhos sonho sinceras emoções follia do autor de poucas palavras. Eu queria voar para assistir com os olhos receios da população, a morte pesados, a guerra de extermínio dos povos e da vida .. Eu queria voar e ainda assim continuamos a tentar Se o sabor das coisas continuam a fazer-me chorar.

    ...

    Morris

    ResponderExcluir
  12. Morris... voe... flutue... sonhe... simplesmente sinta...
    Beijos para que viva!

    ResponderExcluir
  13. Wow...Thats wonderfull !

    I like this very much.

    greetings, Joop

    ResponderExcluir
  14. Zoop, I was glad you liked it. The scene is quiet and seductive ...
    Kisses.

    ResponderExcluir