quinta-feira, 10 de junho de 2010

Soneto da fidelidade

foto: internet



De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.



Eu sei que vou te amar Tom e Vinícius

14 comentários:

  1. a gale is talking - now..
    very beautifully,
    very fiercely..
    -ON ITS OWN NATURE..

    just enjoyed ur's as well as his delights..

    ResponderExcluir
  2. Esse poema é simplesmente o mais lindooo!

    “Mas que seja infinito enquanto dure.”

    ResponderExcluir
  3. Very dramatic and sensuous image!

    ResponderExcluir
  4. una foto con mucha delicadeza, muy bien compuesta y muy bien procesada
    salu2

    ResponderExcluir
  5. Vinicius sempre tem razao!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Teca que figura querida!Obrigado pela sua visita e comentários bom fim de semana para você e seus visitantes Greetings

    ResponderExcluir
  7. A pesar de la traducción de google, se capta el mensaje perfectamente; muy bonito poema

    Un abrazo

    ResponderExcluir
  8. Que bueno que esta el soneto!! y me gusta mucho la foto.Te mando un saludo grande

    ResponderExcluir
  9. Encantador blog el tuyo, un placer haberme pasado por tu espacio...

    Saludos y un abrazo.

    ResponderExcluir
  10. No conocía a Vicius de Moraes, he estado curioseando en su biografía despues de leer este poema. Muy bonito.
    Preciosa y sensual foto elegida.

    Un abrazo,

    ResponderExcluir
  11. arvind, você está se revelando poético...
    Beijos.

    Giuseppe, feliz sexta feira!
    Beijos.

    Thaisa, o poetinha sabia das coisas... obrigada pela visita!
    Beijos.

    Rick, bem condizente com os poemas de Vinícius...
    Beijos.

    chenfy, que bom que gostou.
    Entendeu o poema?
    Beijos.

    Criss, o poetinha entendia as mulheres... :)
    Beijos.

    José, eu também te desejo um final de semana abençoado! Sua visita sempre encanta...
    Beijos.

    Aberto, o poetinha, como era conhecido Vinícus de Moraes, tem uma bibliografia encantadora! Magnífica! Vale a pena conhecer...
    Beijos.

    Alejandro, obrigada pela acolhida, querido.
    Um ótimo final de semana pra você.
    Beijos.

    Antonio, que bom que gostou! Volte quando quiser ou puder...
    Beijos e abraços.

    Roberto, vale a pena você conhecer mais do poetinha. Ele deixou uma bibliografia muito rica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Que grande el brasilero Vinicius!!
    .)))
    .)))

    ResponderExcluir
  13. Bastidas, ele viveu pouco, mas muito intensamente...
    Um beijo...

    ResponderExcluir